Seguidores

13/03/2012

Versinhos


Como já falei, de tudo ele faz versinhos. Descomprometidos, mas engraçados e muitas vezes tristes. Também, quase tudo na vida dele tem a ver com trens. Memórias da infância e adolescência em Cedro, cidade natal.

Regina minha menina
Dizer a ti me convém
Que te amo e te adoro
Não nego isso a ninguem
Que o meu amor por ti
É do tamanho de trem

Jevan Siqueira

Um comentário:

  1. Aí cunhado, cv é demais, beijinhos a Regina Helena, musa do poeta!

    ResponderExcluir

Obrigada por visitar este blog. Volte sempre.